sexta-feira, 15 de abril de 2011

Tenho uma bebecas muito cool!!!

Boas ideias


Para quem têm filhotes, em especial no primeiro filho, é imprescindível as toneladas de fotografias. Nesta era digital pior ainda. E se tiverem uma maridão como o meu a coisa piora exponencialmente porque ele têm a mania de por a máquina na opção que tira 3 de cada vez. E como lá em casa quem trata das fotos sou eu, quando chega a altura de escolher alguma tenho que andar dezenas e dezenas de fotos, muitas delas praticamente iguais.


Pois isto das máquinas digitais é muito bonito e tal mas a verdade é que elas acabam por ficar no PC, raramente as vemos e poucas imprimimos.


Na altura do nosso casamento descobri uma empresa que já me deu muito jeito e principalmente agora com a Sofia, é imprescindível (bem, quase imprescindível). É a Hofmann, empresa espanhola que faz álbuns digitais (entre outras coisas). Basta descarregar o programa deles, compomos o álbum ao nosso gosto, enviamos o ficheiro de modo informático para a sede deles em Barcelona e eles entregam em casa no espaço de uma semana. O único inconveniente é termos que pagar com cartão de crédito mas até agora correu sempre bem.


Este Natal resolvemos dar uma prenda diferente aos avós da Sofia: o álbum com fotografias dela do primeiro mês. E ficou altamente. Fez sucesso. Além das fotos dela utilizei fotos que tirei aos brinquedos dela para utilizar como fundos. Ficou muito muito giro. E é uma recordação que fica para a vida toda.


Agora já ando a preparar o próximo álbum, o dos 2 aos 6 meses.

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Ser Mãe é...

...sair quase todos os dias de casa com uma mancha de bolçado, baba e afins e só nos apercebermos à chegada ao emprego.

6 Meses!

Caramba, parece mesmo que foi ontem.



O desejo que tinha de te conhecer, de saber quem era a coisinha pequenina que eu sentia na minha barriguinha, dum lado para o outro, dum lado para o outro.


A maravilha que se apoderou de mim no dia em que te conheci e o sentido da enorme responsabilidade que se instalou no dia seguinte.


Que evolução grande neste 6 meses. Já interages tanto com tudo o que te rodeia. O que ela gosta dos Migos (são os bonecos que têm em cima da caminha, na cadeira, etc. É a alcunha carinhosa deles), fica com os olhinhos arregalados, pega neles, leva à boca. Adoras desenhos animados na televisão. Por vezes o Babyfirst já é um bocadinho parado para ti (já sou uma bebé grande ;) ) e já gostas do Panda.


Quando as pessoas chegam ao pé de ti não dás confiança, ficas a observar muito atenta. Mas passado pouco tempo já é só sorrisos.


Derretes a tua mãe com as gargalhadas que dás quando te dou beijinhos no pescoço. Não gostas muito de estar de barriga para baixo e não tens à vontade para te virares porque os braços atrapalham. Em compensação adoras estar em pé. Dá-nos as mãozinhas e tu logo a puxares-te para cima.


E as conversas?!? Que grandes conversas que tu fazer. É o mãmãmã e o dádádá tempos infinitos.


Quando vamos à rua todos te gabam e se metem contigo. E a tua mamã, claro, toda babada.


E tens uma curiosidade enorme pelo mundo que te rodeia. Observas tudo e observas todos, como que para apreenderes tudo sem deixar escapar uma gota.


Fizeste-nos muito feliz. A mim e ao papá.


E continuas a fazer.


Muitos parabéns meu amor, por este dia tão especial!
.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Que delícia!

Ontem, quando fui buscar a Sofia ao colégio, deparei-me com o seguinte quadro:
A Sofia sentada numa aranha, sem chegar com os pés ao chão claro mas muito direitinha, com a educadora ao lado a fazer bolinhas de sabão. A minha piquena completamente fascinada com aquelas coisas redondinhas que apareciam e desapareciam tão rapidamente.Uma delícia!!!
Confesso que nuca-me teria lembrado de tal, principalmente por a Sofia ainda ser pequenina, mas achei o máximo!

sábado, 2 de abril de 2011

Aulas de adaptação ao meio aquático

Hoje a Sofia começou a natação. E foi bem giro. Começamos por a habituar devagarinho à água, sempre ao colinho (com indicação do professor). Depois íamos andando pela piscina ( ou melhor pelo tanque porque a piscina dos pequeninos é mesmo mínima) para ela se habituar ao movimento na água. Foi fantástico vê-lá boiar comigo só a segurar na cabecinha.
Ela reagiu bem, estava super-curiosa e olhava para tudo à sua volta. O professor até disse que pudera muitos bebés reagir assim, que muitos choram. A Sofia na boa, só começou a ficar um pouquinho saturada lá pró final da aula e viemos embora uns 10 minutos mais cedo. Mas o balanço foi bastante positivo. E prá semana há mais mas desta vez vai ser o papá a ir prá piscina. 

Ser Mãe é...

... Achar que a nosso bebé é o mais lindo das redondezas.